Blog Post

2006 – A IMPORTÂNCIA DA MEMÓRIA DE TRABALHO DOS FUNCIONÁRIOS PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO E PARA A APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL: UMA ABORDAGEM ERGONÔMICA

Eduardo Giugliani, Msc.
Professor Titular PUC-RS / Doutorando em EGC – UFSC
Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento
Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil,
Av. Ipiranga 6681, Prédio 30, Bloco B, 90.690-900 Porto Alegre, RS, Brasil
giugliani@egc.ufsc.br
Daniela de Sá Jacobina, Esp.
Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC)
danijacobina@gmail.com
Francisco Pereira Fialho, Dr.
Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina
fapfialho@gmail.com
Marcus Grudtner, Esp.
Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC)
mgrudtner@gmail.com
Neri dos Santos, Dr.
Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC)
neri@deps.ufsc.br
Renata Jorge Vieira, Msc.
Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC)
renatajorgevieira@yahoo.com.br

RESUMO:

A memória de trabalho tem sido bastante discutida em psicologia cognitiva. Os avanços de questões ligadas à ergonomia, como ergonomia cognitiva, levaram à interdisciplinaridade em algumas áreas de pesquisa acadêmica e tem-se percebido um aumento do interesse de trabalhos em Engenharia de Produção e em Engenharia e Gestão do Conhecimento, por exemplo, em estudos relacionados a este tema. Nesse sentido, este artigo – gerado a partir de estudos na área de gestão do conhecimento – tem como objetivo abordar o papel da memória do trabalho para a gestão do conhecimento e para a aprendizagem organizacional nas empresas. Para tanto, são feitas considerações acerca dos três temas separadamente e depois em relação às suas interseções, aplicações e resultados positivos para as empresas e para os funcionários individualmente. As conclusões contribuem para uma gestão mais eficiente das organizações, para o crescimento profissional dos funcionários, e também para os estudos multidisciplinares.

Palavras-chave: Memória de Trabalho, Gestão do Conhecimento, Aprendizagem Organizacional, Ergonomia Cognitiva e Psicologia Cognitiva.

ABSTRACT:

Working memory has been greatly discussed by cognitive psychology. The advances on matters related to ergonomics, such as cognitive ergonomics, have provided the interrelationship between some academic research areas and it has lead to the perception of an increase in the interest of studies related to working memory by researchers of Industrial Engineering and Knowledge Engineering and Management areas, for instance. Thus, this paper – generated from studies on the Knowledge Engineering and Management area – has as a goal to approach the role of working memory for the knowledge management and for the organizational learning in enterprises. For that aim, some considerations on the three themes are presented first separately, and then together, in relation to its intersections, applications, and positive results for the enterprises and for their employees individually. The conclusions contribute to a more efficient organizational management, for the professional development of the employees, and also for multidisciplinary studies.

Key-words: Working memory, Knowledge Management, Organizational Learning, Cognitive Ergonomics, and Cognitive Psychology.

ARTIGO COMPLETO: GIUGLIANI_JACOBINA_ET_AL_2006

PUBLICADO EM: Associação Brasileira de Ergonomia – ABERGO 2006, Curitiba, Brasil

Related Posts